Inclusão em ação: Veronica atinge 100% de aproveitamento com o Sway ampliado para 225%

Hoje, vamos apresentar a Veronica, uma estudante universitária com visão reduzida que usa recursos de acessibilidade no Microsoft Office 365 e no Windows 10 para se destacar academicamente. Veronica é a segunda de seis pessoas apresentadas em nossa série Inclusão em Ação, destacando como as tecnologias acessíveis permitem mudanças transformadoras.

Aqui está a história dela.

Quando você conhecer Veronica Lewis, não vai demorar muito para descobrir que essa aluna de 21 anos da Universidade George Mason tem um futuro brilhante pela frente. Ela toca clarinete na banda universitária, mantém boas notas na especialização em TI e administra um blog chamado Veroniiiica – Veronica With Four Eyes (Veroniiiica – Veronica com Quatro Olhos), que chamou a atenção de alguns dos líderes mais poderosos dos Estados Unidos.

Quando era mais nova, a mãe de Veronica dizia que ela estava “pavimentando o caminho para outros estudantes no futuro”. Mal sabia Veronica que essas palavras se cumpririam.

Veronica tem visão reduzida, que ela descreve em termos simples: “Não consigo ver coisas menores do que o tamanho da fonte 22, a mais de 4,5 metros de distância ou mais do que 15 centímetros de cada lado”.

Quando Veronica era mais nova, seu distrito escolar não tinha muitos recursos para fornecer materiais acessíveis.

“Às vezes eu me sentia como a pessoa mais incompetente da sala porque olhava para o papel e não conseguia identificar o que estava lá.”

Ela, junto com a família, aprendeu a defender os seus interesses e, durante seu primeiro ano de ensino médio, foi transferida para um distrito com mais recursos. Sua nova escola tinha um programa que permitia aos alunos ganhar Certificações de Especialistas em Microsoft Office, que Veronica logo abraçou.

“Consegui receber minhas certificações do Word, Word Expert, Excel, Excel Expert e PowerPoint para me tornar uma Especialista no Microsoft Office.”

Veronica dominou o uso das ferramentas de acessibilidade integradas da Microsoft e suas notas dispararam. Em 2015, formou-se no ensino médio com uma média de 3,8 pontos. Ela continuou essa excelência acadêmica na faculdade e a tecnologia continua a desempenhar um papel importante em sua vida.

Veronica observa: “A tecnologia simplesmente não facilita as coisas para as pessoas com deficiência. Ela torna as coisas possíveis “.

As “coisas” que ela menciona incluem tudo, desde a lição de casa, o ensaio da banda e até o blog. Ela torna seu trabalho de classe acessível usando o Word. Durante a aula, ela anota no OneNote. Se precisar ler algo no quadro negro ou quadro branco, ela pode tirar uma foto. Juntos, o reconhecimento óptico de caracteres no Office Lens e o OneNote permitem que ele procure texto dentro da imagem. Para aprender e praticar suas recentes atribuições na banda, ela usa a tecnologia para ampliar a exibição de partituras para 225%.

Um dos seus recursos favoritos é o verificador de acessibilidade do Word, que permite que os usuários determinem se um documento está acessível e oferece dicas sobre como melhorar a acessibilidade.

“Eu apresentei essa função a muitos dos meus professores ao criar materiais acessíveis e mostrar que é preciso menos de um minuto para tornar um documento acessível. Por que você não faria isso?”

InclusioninAction_Veronica_1

Outra ferramenta que Veronica considera especialmente importante é o Sway. Ele tem uma visão de acessibilidade, que é compatível com leitores de tela, e facilmente permite adicionar alt-text para pessoas com pouca visão.

“Todas as apresentações que criei no Sway atingiram 100%. Muitos dos meus professores ficaram maravilhados porque não sabiam que isso existia, e é tão fácil de usar.”

Veronica também usa o Sway no seu blog. Conta que criou o blog como um recurso para estudantes, pais, professores e profissionais entenderem o quão fácil é lidar com a visão reduzida.

“Consegui contribuir com sites como Perkins School for the Blind’s Paths to Technology e The Mighty, e foi incrível ver quantas pessoas se conectam com o que eu escrevo”.

À medida que a audiência crescia, o foco do blog foi ampliado. Ela agora aborda questões de deficiência e acessibilidade, e usa o blog como uma plataforma para defender os direitos das pessoas com deficiência.

“Consegui iniciar meu blog, chegar às pessoas em todo o mundo e ensinar tudo sobre visão reduzida. Também comecei a falar com muitos senadores e membros do Congresso dos Estados Unidos sobre questões relacionadas à saúde e à deficiência.”

Veronica planeja avançar em seus estudos sobre tecnologia e auxiliar na divulgação da sua mensagem.

“Para todos os outros estudantes que estão na mesma posição que eu, lembrem-se de que vocês não são os únicos que passaram por essas experiências. Vocês também fazem parte.”

Acesse o Blog da Microsoft Brasil semanalmente para ver mais histórias de pessoas que superam os limites da produtividade e inclusão com as tecnologias da Microsoft.