Microsoft é parceira do Bradesco no inovaBra lab

Laboratório de inovação está localizado em Alphaville, em São Paulo.

A transformação digital deveria ocupar o primeiro lugar na lista de prioridades de qualquer empresa. No Bradesco, ela toma forma no inovaBra lab, espaço inaugurado recentemente no Núcleo do Banco, localizado em Alphaville, na região metropolitana de São Paulo. O espaço tem o objetivo de acelerar a inovação dentro do banco, com o apoio de sete parceiros estratégicos, incluindo a Microsoft.

Com laboratórios de tecnologia, co-working, arena para eventos, laboratório para prototipação e experimentação, espaço para certificação e uma área para os parceiros, distribuídos em 1.700 m², o inovaBra lab proporciona a autonomia necessária para que a tecnologia possa colaborar com as demandas das áreas do banco, acelerando a criação de soluções completas.

inovabra_2

A Microsoft, que mantém um relacionamento com o Bradesco há mais de 20 anos, enxerga o inovaBra lab como “um funil de inovação tecnológica, com soluções transformadoras. O Bradesco, um cliente estratégico, nos coloca em uma posição importante, fortalece essa parceria e gera novos negócios, de forma rápida, devido a esse novo modelo de interação. Com certeza, as tecnologias Microsoft poderão contribuir de uma forma muito significativa com todo o processo de transformação digital que o mercado e, consequentemente, o Bradesco vem vivendo”, afirma Plinio de Queiroz, Estrategista Técnico da Microsoft.

“O lab é uma iniciativa única no Brasil. É o primeiro laboratório criado para acelerar o processo de inovação a partir desse modelo colaborativo. Com isso, o cliente terá a seu serviço um banco muito mais inovador, que consegue dar velocidade no lançamento de novos produtos e serviços para melhor atendê-lo”, diz Maurício Machado de Minas, vice-presidente do Bradesco.

“A nuvem tem um poder computacional que nos permite pensar em inovações capazes de transformar os mais diversos segmentos. Estamos muito felizes em ver o Bradesco ávido por explorar esse enorme potencial no setor financeiro e por ter nos escolhido como um parceiro estratégico nessa jornada”, afirma Roberto Prado, diretor de nuvem da Microsoft.