Microsoft leva Inteligência Artificial ao mundo da moda no SPFW

Por Rafael Pinheiro //

Tecnologia Microsoft detecta o estilo dos visitantes e recomenda coleções da temporada N44 do maior evento da moda no país

Tecnologia Microsoft detecta o estilo dos visitantes e recomenda coleções da temporada N44 do maior evento da moda no país

A tecnologia invadiu a 44ª edição do São Paulo Fashion Week, que movimenta o mundo da moda na capital paulista, até quinta-feira (31). Em parceria com a Microsoft, o evento proporciona aos visitantes uma experiência com Inteligência Artificial. Essa novidade pode revolucionar o segmento, uma vez que a IA tem a capacidade de visualizar a roupa e entender a combinação dos elementos para identificar o estilo.

Com um totem posicionado do primeiro andar da Fundação Bienal de São Paulo, qualquer visitante do SPFW pode se posicionar em frente a uma câmera, que interpreta o visual, aponta o estilo e sugere as principais coleções para aquelas características na agenda do dia.

“Achei muito criativo, fez todo sentido com o meu look e indicou um desfile específico”, comentou Thay Milani, consultora de imagem, depois da interação com o totem da Microsoft. “A experiência com a Inteligência Artificial foi bem interessante. Ela entendeu o desfile que combina com o meu estilo. Acho que essa tecnologia pode facilitar muito mais o dia a dia das pessoas”, acrescentou Rodrigo Cezário, stylist.

Para Fábio Scopeta, líder de Inteligência Artificial da Microsoft na América Latina, a parceria com o São Paulo Fashion Week é uma maneira de democratizar a Inteligência Artificial. “O projeto mostra que essa é uma tecnologia versátil. Estamos avançando no conceito de visão computacional, na identificação de pessoas e imagem”, afirma.

Graça Cabral, consultora de novos negócios do Instituto Nacional de Moda e Design (IN-MOD) e da produtora de eventos Luminosidade, comenta a importância da tecnologia para o mundo da moda. “Para nós, a tecnologia está muito próxima, em todos os processos, desde a fabricação até a exposição na loja. Acredito que vamos ver a IA na frente da loja para o cliente contar com mais uma ajuda na hora de comprar”, disse.

A Microsoft tem casos de Inteligência Artificial aplicada a outros segmentos de mercado, como saúde e telemarketing. Agora, a empresa está preparada para revolucionar o mundo da moda. A aplicação utiliza a tecnologia de deep learning (aprendizado profundo) e visão computacional para interpretar imagens e até identificar peças de vestuário, como calça, blusa, bermuda, saia, vestido, e suas cores.

Segundo Scopeta, a IA pode ajudar o varejo a personalizar o atendimento ao consumidor. Quando o cliente chega à loja, a tecnologia pode identificar as roupas para recomendar as seções que combinam com o estilo da pessoa ou até indicar um vendedor que possa ajudar a escolher o melhor look. A IA também funciona como um assistente pessoal, que avalia e dá dicas com base no estilo.

“A Inteligência Artificial associada à big data, dentro de um conjunto de soluções de nuvem, é a chave para a transformação digital. Assim, temos um campo aberto para estimular a criatividade, calibrando programas que podem projetar tendências. Isso pode acontecer dentro de uma loja ou em grandes eventos”, analisou Alessandro Jannuzzi, diretor de Engenharia e Inovação da Microsoft Brasil.

As possibilidades que a IA traz para todos os segmentos de mercado são inéditas, com grandes oportunidades para criar novas experiências. “Da saúde à moda, mostramos que a Inteligência Artificial se aplica a qualquer indústria”, finalizou Scopeta.

Acompanhe a cobertura do SPFW nas redes sociais da Microsoft: Facebook, Twitter e Instagram.