Técnicos da thyssenkrupp fazem reparos mais rápido com o HoloLens

As escadas são excelentes para se exercitar e necessárias em situações de emergência. Mas quando é preciso subir vários andares rapidamente, nada melhor que um elevador.

À medida que mais as pessoas se concentram em cidades com altos arranha-céus, os elevadores ganham importância porque são um meio de transporte rápido, seja de um novo morador, que quer chegar ao seu andar, seja de uma mulher de negócios que vai a uma reunião importante. Mais de 12 milhões de elevadores transportam mais de um bilhão de pessoas todos os dias, e o valor desse setor atinge globalmente mais de US$ 44 bilhões por ano.

Com 1,2 milhão de unidades, clientes em 150 países e mais de 50.000 empregados, a thyssenkrupp Elevator sabe uma ou duas coisas sobre como manter os elevadores em funcionamento. Um dos quatro principais fabricantes do mundo, juntou-se novamente com a Microsoft para ajudar as pessoas a chegar onde têm de ir com o menor atraso possível.

Com o uso do recurso de manutenção preditiva do Azure IoT Suite, os técnicos da thyssenkrupp já identificaram problemas com os elevadores, permitindo-lhes fazer reparos rápidos e intervenções que economizam tempo, antes de incomodar os clientes. Agora, com o uso de do Microsoft HoloLens, eles serão capazes de trabalhar com as mãos livres durante a execução de reparos e podem fazer chamadas remotas para os técnicos mais experientes, que poderão orientá-los com soluções e oferecer informação valiosa no local.

“Prever problemas nos permite fazer menos intervenções de serviço, e este equipamento nos ajuda a fazer o nosso trabalho mais rápido”, diz Andreas Schierenbeck, CEO da thyssenkrupp Elevator. “Atualmente, os nossos técnicos têm um notebook ou um telefone celular na mão ou revisam as informações em seus laptops. Enquanto fazem isso, não podem trabalhar. Mas, com o HoloLens, eles podem falar com uma sala de controle que os orienta durante a substituição dos componentes. Eles podem rever o seu trabalho e garantir que não tenham que retornar para um segundo conserto. Podem ver um holograma 3D das peças, explorar o sistema e encomendar automaticamente o que precisam. É uma ferramenta extremamente útil. Isto é importante considerando uma população urbana que vai atingir 3 bilhões de pessoas em três anos. Em Manhattan (Nova York, EUA), um elevador é construído todos os dias.”

mshololens_thyssenkrupp-e_5_1920x1080_rgb-57d9d4eb710c0

One World Trade Center em Nova York é um dos muitos edifícios em que o HoloLens será utilizado, porque o local já está conectado pela nuvem Microsoft Azure com MAX, a solução de manutenção preditiva ativada pela Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) da thyssenkrupp. O prédio tem elevadores que vão do térreo ao 102º andar em apenas 60 segundos. Quando os elevadores desaceleram, as unidades regenerativas convertem a energia em eletricidade, o que reduz significativamente a pegada de carbono do edifício.

“Ao utilizar a experiência pronta para usar do Skype, sem necessidade de nenhum desenvolvimento adicional, 24.000 engenheiros de serviço da thyssenkrupp agora podem fazer o seu trabalho de forma mais segura e eficiente, uma vez que podem priorizar uma chamada antes de fazer a visita”, escreve Scott Erickson, gerente geral da Microsoft HoloLens, em um blog post que coincide com o anúncio desta nova tecnologia. Testes de campo iniciais, conduzidos pela thyssenkrupp Elevator, têm mostrado que a manutenção pode ser realizada até quatro vezes mais rápido do que antes, com o uso do HoloLens.

Para a thyssenkrupp Elevator, o HoloLens veio depois de explorar o mercado de dispositivos de realidade aumentada.

“Experimentamos muitos, mas esta é a tecnologia que escolhemos. É mais fácil de aplicar e muito fácil de modelar”, diz Schierenbeck. “Você tem uma imagem completamente aberta da realidade em sua frente e todos os dados que deseja acessar na mesma área de visão.”

mshololens_hero1_v2_bluebg_rgb

Erickson acrescentou que o uso do HoloLens é complementar ao MAX, que ele descreve como “a mudança do jogo no serviço de elevadores thyssenkrupp, que aproveita os recursos de manutenção preditiva do Azure IoT”.

No verão de 2014, a thyssenkrupp começou a colaborar com a Microsoft e o integrador global de sistemas CGI para desenvolver uma solução que conectaria de maneira segura milhares de sensores e sistemas thyssenkrupp à nuvem. Com o Microsoft Azure IoT Suite, a thyssenkrupp captura os dados do elevador, como a temperatura do motor, o alinhamento do eixo, a velocidade da cabine e o funcionamento da porta, e transmite a um painel de controle. Isso proporciona a visualização de dados em tempo real dos problemas imediatos e informação para uma futura administração.

“Estão conosco desde o princípio”, disse Kevin Miller, diretor do programa que tem trabalhado extensivamente com a thyssenkrupp Elevator como engenheiro de Azure IoT da Microsoft. “A empresa entrou com mente aberta e uma abordagem agressiva para entender melhor o negócio e, o que é melhor, colocar os sensores em um subconjunto de elevadores perto da Microsoft. A telemetria que recebemos desses sistemas foi o primeiro passo neste processo.”

A linha de produtos da empresa inclui elevadores, escadas e esteiras rolantes, pontes de embarque de passageiros, escadas e plataformas elevatórias, além de soluções de serviços personalizados para todos os produtos.

“Houve algumas descobertas profundas que a thyssenkrupp fez durante esse processo, que é um padrão que começamos a ver mais e mais à medida que as empresas adotam a Internet das Coisas. Descobriram coisas sobre seus negócios que desconheciam “, acrescentou Miller. “Faziam manutenção mais frequentemente do que precisavam, quando os dados mostravam que poderiam ajustar as janelas de manutenção, o que significava o envio de caminhões com menos frequência. Isso economizou 15% em manutenção, o que representava seu maior custo interno. Ficaram muito animados com IoT depois disso.”

Impulsionada pelo Microsoft Azure IoT, essa manutenção preditiva levou a thyssenkrupp a dar 95 milhões de horas de nova disponibilidade por ano de operação aos passageiros de elevadores em todo o mundo.

Graças ao trabalho que a thyssenkrupp Elevator realizou com a Microsoft, foi capaz de entender melhor as falhas, e o que poderia dar errado no futuro, por ter integrado novos dados e análises aos sistemas de ordens e agendamento.

“Nesse ponto, eles são muito bons em reunir as peças certas. Economizam ainda mais dinheiro, obtêm aumentos na satisfação do cliente e há um sentimento de transformação na empresa”, diz Miller. “Agora eles podem ser proativos.”

mshololens_-thyssenkrupp-e_1_1920x1080_rgb

Com esta última etapa da parceria entre as duas empresas, a thyssenkrupp Elevator pode levar os seus serviços ao próximo nível, oferecendo um produto que sempre funciona, porque é capaz de prever falhas e resolver problemas antes que ocorram paradas caras.”

“Quando você quer implementar um projeto como este em âmbito global, você precisa de um parceiro com certo nível de especialização e alcance global”, diz Schierenbeck. “A Microsoft oferece tudo isso e também estava ansiosa por explorar a transformação do negócio. Nossas visões estão alinhadas perfeitamente.”